top of page

Beterraba

Desse delicioso alimento, na nossa cultura, a raiz é a parte usualmente consumida, crua ou cozida.


É especialmente rica em potássio, um mineral fundamental para o organismo, que tem papel na condução do impulso nervoso, na manutenção do equilíbrio da pressão arterial e na contração muscular.


Ao contrário do que se pensa, ela não é um alimento recomendado para pessoas que têm anemia, por conter baixíssimos teores de ferro.


Comparada com outros alimentos também em forma de raiz, como a cenoura e rabanete, ela é a que mais tem carboidratos, mas mesmo assim não deve ser evitado em dietas de emagrecimento, pois as quantidades não são significativas.



Obs: o açúcar obtido da beterraba provém de outra espécie e não é muito comum aqui no Brasil, porque temos a cana em abundância. Mas é comum na Europa, onde a cana não se dá bem com o inverno rigoroso de algumas regiões.


A betacianina – um composto que lhe confere a cor avermelhada – é um dos vários antioxidantes que têm como função combater os radicais livres produzidos naturalmente pelo nosso organismo. A ingestão de compostos antioxidantes, incluindo a betacianina, está associada ao aumento da longevidade e à redução no desenvolvimento de doenças do coração.


Sua folha, pouco usada na nossa culinária, é riquíssima em fibras e em vários minerais, como o ferro. Mas por ser igualmente rica em ácido oxálico, seu consumo regular dever ser evitado por vegetarianos, pois o ácido oxálico dificulta muito a absorção do cálcio presente nos alimentos. E o cálcio é um dos minerais que requerem um bom planejamento em uma dieta vegetariana (restrita ou ovo lacto), para não haver deficiência.


Reiceita: Pão de beterraba e aveia


Ingredientes


¾ de xícara (chá) de farinha de aveia

3 xícaras (chá) de farinha de trigo

1 tablete de fermento biológico fresco

1 colher (chá) de açúcar

½ beterraba crua ralada fina

1 colher (sopa) de margarina

1 colher (chá) de sal

1 ¼ de xícara (chá) de extrato de soja

Para decoração: ½ xícara (chá) de aveia em flocos finos


Modo de Preparo


Junte a farinha de aveia, a farinha de trigo e o fermento (esfarelado com as pontas dos dedos) e misture bem. Acrescente o açúcar, a beterraba, a manteiga e o sal e misture novamente.


Adicione o extrato de soja aos poucos e sove a massa por 15 minutos até ficar macia e lisa. Se a massa estiver dura ou seca, acrescente aos poucos mais extrato de soja, até atingir o ponto e, se estiver muito mole e pegajosa, acrescente 1 ou 2 colheres (sopa) de farinha de trigo até acertar a consistência.

Disponha a massa em uma vasilha untada com óleo, cubra com filme-plástico e deixe descansar por 15 minutos.


Divida a massa em 20 partes iguais e faça bolinhas. Coloque-as em uma forma retangular grande untada com óleo, deixando um espaço de 2 cm entre elas. Cubra novamente com filme-plástico e deixe descansar até dobrar de tamanho (cerca de 40 minutos em ambiente quente).


Decoração: pincele um pouco de água na superfície das bolinhas e polvilhe com a aveia. Leve para assar em forno, pré aquecido, a 180ºC por cerca de 30 minutos

9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Commentaires


bottom of page